Santo Alberto Magno

    Alberto nasceu em Lauingen (Baviera), Alemanha, pelo ano de 1206. Filósofo e teólogo, procurou constantemente o encontro entre a ciência e a fé. Estudou em Bolonha, Veneza e Pádua. Nesta última cidade conheceu o Bem-aventurado Jordão da Saxônia, que o convidou a entrar para a Ordem. Foi o que Alberto fez, contra a vontade da família. Regressando à Alemanha como sacerdote dominicano, lecionou ao longo de sua vida em Colônia, Hildesheimg Fribourg. Ratistona, Estrasburgo e Paris. Em 1248 foi regente dos estudos em Colônia e deu aulas a São Tomás de Aquino. De 1254 a 1257 foi Provincial da Teutônia. 


    Em 1256 foi a Roma para defender, junto com São Boaventura, o direito dos religiosos mendicantes de ensinar nas Universidades, contra as idéias de Guilherme do Santo Amor. Em 1260 foi consagrado bispo de Ratisbona, mas renunciou ao cargo dois anos depois, para voltar ao magistério. Deixou grandes obras de teologia e de outras ciências, sendo chamado de “Magno” e de “doutor universal”. Faleceu em Colônia, e em 1459, foi colocado entre os Doutores da Igreja. A Igreja o propõe como mestre aos fiéis que desejam aprender “progredindo nas ciências para melhor conhecer o Senhor e amá-lo ainda mais”.

Copyright © 2014 VIVERE